Tony Bradley vai usar o 13 em honra de Joakim Noah

Os Chicago Bulls anunciaram os números das camisolas na quinta-feira, e um em particular chamou a atenção dos fãs.

Tony Bradley, um suplente produtivo com quem a equipa chegou a acordo em Agosto, irá usar o número 13. Sim, o mesmo número que Joakim Noah usou nas suas nove temporadas em Chicago.

Ao longo de quase uma década, Noah foi a alma e o coração das equipas mais bem sucedidas dos Bulls desde a dinastia de Michael Jordan. O poste francês foi duas vezes ao All-Star e eleito três vezes para a equipa All-Defensive, além de ajudar os Bulls a chegar às finais da Conferência Este em 2011 e vencer o prémio de Jogador Defensivo do Ano em 2014/14 e terminar em quarto na votação para MVP. É uma lenda viva dos Bulls em todos os aspetos.

Apesar de alguns fãs pensarem que o seu número não deveria ser usado tão cedo (ninguém o usou desde que Noah deixou a equipa em 2016), Bradley disse numa conversa no Discord com os fãs que pretende honrar Noah com a sua escolha.

Os Bulls são seletivos no que toca a retirar números. Apenas quatro foram retirados na história da equipa e estão pendurados no United Center: o número 4 de Jerry Sloan, o número 10 de Bob Love, o número 33 de Scottie Pippen e o número 23 de Michael Jordan.

Portanto, o número de Noah ser usado novamente era apenas uma questão de tempo. Agora, Bradley e os Bulls esperam que esteja à altura.

Faça um comentário...

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.