Os Bulls fizeram uma oferta por Rose, mas os Knicks deram a volta.

Derrick Rose esteve no radar dos Bulls este defeso depois de uma boa época, como não tinha em anos, com os Knicks.

A antiga superestrela teve médias de 14.9 pontos e 4.2 assistências por jogo em 35 jogos pelos Knicks, ajudando a equipa a chegar ao 4º lugar da Conferência Leste e à primeira presença nos playoffs desde de 2013.

No começo do Verão foi noticiado de que Rose e os Bulls partilhavam a vontade de se voltarem a reunir. Rose queria um contrato longo e os Bulls precisavam de reforçar a posição de base.

De acordo com Marc Berman, do New York Post, os Bulls fizeram uma proposta a Rose, mas ficaram pávidos quando comparados com os que os Knicks estavam preparados para oferecer.

Rose acabou por assinar um contrato de três anos e 43$ Milhões de Dólares para ficar com os Knicks e Tom Thibodeau. O acordo é bastante alto para um base suplente, especialmente considerando que os Knicks viram o jovem Immanuel Quickley a brilhar na Summer League e foram buscar Kemba Walker através de uma troca.

Fica-se na cusrioso sobre os números do contrato que os Bulls ofereceram a Rose, tendo em conta que Alex Caruso acabou por assinar um contrato de quatro anos e 37$ Milhões de Dólares. Provavelmente foi bem menos, já que os Knicks conseguiram dar a volta.

Sejam quais foram os termos da proposta, Rose decidiu ficar em New York, e se calhar terá sido mesmo a melhor opção para ambas as partes. Caruso preenche a necessidade dos Bulls para seguir em frente, e os Bulls poupam o que eventualmente gastariam com Rose.

Faça um comentário...

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.