“Butler é incrível” – Tom Thibodeau

Depois de ver Jimmy Butler empatar o seu máximo de carreira com 32 pontos e estabelecer um novo recorde pessoal ao converter 18 em 20 lançamentos, o treinador Tom Thibodeau elogiou o extremo dos Bulls pela maneira como tem jogado no primeiro mês da temporada.

“Ele é incrível,” disse Thibodeau, que viu a sua equipa perder por 114-109 com os Nuggets na terça-feira. “Ele é uma estrela, e mostra-o nos dois lados do campo. É um jogador fantástico. Ele jogou como base, extremo e hoje como poste. E ele não teve nenhuma oportunidade de treinar a poste. Portanto ele foi para ali e jogou. é inteligente, é duro, faz o que a equipa precisa, e encontrou uma maneira de nos ajudar e levar-nos a ter um lançamento perto do fim.”

Numa noite em que os Bulls jogaram sem Joakim Noah (lesão no joelho esquerdo) e Taj Gibson (lesão no tornozelo esquerdo) e perderam Derrick Rose na segunda parte por precaução, a performance de Butler pode perder-se no meio de um calendário congestionado.

Contudo, o jogador de 25 anos continua a mostrar números de calibre All-Star, mas não quer o rótulo colado a ele.

“Não sou uma estrela”, disse Butler. “Sou um bom jogador de rotação numa equipa muito, muito boa. Uma equipa com muita profundidade. ‘Estrela’ é algo que nunca esteve ao lado do meu nome, e nunca estará. Serei sempre apenas mais um.”

Os números contam uma história diferente. Na sua quarta temporada, Butler tem médias de 20.8 pontos, 5.3 ressaltos e 3.3 assistências por jogo durante mais de 39 minutos em campo.

“Eu só quero ganhar,” disse. “Em ambos os jogos em que marquei 32 pontos, perdemos. Prefiro marcar 2 pontos e ganhar, do que 32 e perder, em qualquer dia, todos os dias.”

Faça um comentário...

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.